A temida neuralgia pós herpética: o que é isso?

Após um episódio de varicela, o vírus varicella zoster (responsável pela doença) não deixa totalmente o corpo: ele fica latente no gânglio de um nervo. A herpes zoster é a reativação desse vírus, que percorre todo o trajeto do nervo e chega até a pele, causando dor e lesões cutâneas. Essa reativação costuma acontecer muitos anos após a infecção inicial.

Após um episódio de herpes zoster, algumas pessoas permanecem com dor crônica no local acometido mesmo após resolução das lesões de pele. É possível que o nervo “machucado” permaneça doendo mesmo após a resolução do quadro agudo. Essa é a neuralgia pós herpética, a complicação mais comum do herpes zoster.

A dor pode ser bastante severa e persistir por semanas, meses e até anos. A neuralgia pós herpética é mais comum em pessoas mais velhas.

Para prevenir o desenvolvimento da neuralgia pós herpética em uma pessoa com herpes zoster, é importante iniciar precocemente o tratamento antiviral.

Para tratar a neuralgia pós herpética é necessário acompanhamento médico. Algumas medicações podem aliviar os sintomas.

Entre em Contato