Tratamento para Pneumocistose em Curitiba

O que é?

A pneumocistose é um tipo de pneumonia causada por um fungo chamado Pneumocystis jiroveci. É uma doença grave que acomete pacientes imunocomprometidos.

Como é transmitido?

O Pneumocystis jiroveci é transmitido pelo ar, mas só causa doença em pessoal com o sistema imune comprometido.

Quais são os sintomas?

O principal sintoma da pneumocistose é falta de ar. Também pode haver tosse, febre, fraqueza.

Quais são os riscos?

A pneumocistose é uma doença grave que prejudica a troca de gases no pulmão do paciente. Por vezes é necessário internamento em Unidade de Terapia Intensiva e ventilação mecânica (quando a pessoa não consegue mais respirar sozinha e é colocada em aparelhos para isso). É uma doença que pode causar óbito.

Como é o diagnóstico?

O diagnóstico é feito através de uma combinação de fatores. O médico analisa a história clínica do paciente, o exame físico, a radiografia de tórax e exames laboratoriais.

Como é o tratamento?

Na maioria dos casos é necessária a internação hospitalar.

O tratamento da pneumocistose é feito com antimicrobianos que combatem o Pneumocystis jiroveci. Além disso, corticoides podem ser indicados.

Outro pilar do tratamento é o suporte ventilatório, oferecendo oxigênio quando necessário. De acordo com a gravidade de cada caso, o oxigênio pode ser fornecido através de cateter, máscara ou até mesmo pode ser necessária a intubação orotraqueal (passagem de um tubo pela garganta até a traquéia) e ventilação mecânica.

Os fatores que reduziram a imunidade do paciente também devem ser manejados.

Como evitar a infecção?

No caso dos pacientes infectados pelo HIV, o tratamento do vírus previne a pneumocistose e as demais doenças oportunistas. Quando o diagnóstico da infecção pelo HIV é feita em um momento mais tardio, quando a imunidade já está baixa, existe também medicação para prevenir o desenvolvimento de pneumocistose enquanto a imunidade está subindo.

Para os pacientes transplantados, por vezes não é possível reduzir os remédios que reduzem a imunidade pois eles têm a função de prevenir a rejeição. Nesses casos, usa-se medicação profilática para prevenir o desenvolvimento de pneumocistose.

Acompanhamento especializado

Avaliação, diagnóstico, tratamento e acompanhamento de pacientes com doenças infecciosas