Aprovada medicação injetável para prevenção do HIV

Recentemente a Anvisa aprovou o uso do cabotegravir para a realização da profilaxia pré exposição do HIV, a PrEP.
 
Diferente das medicações orais já em uso para a PrEP, o cabotegravir é injetável e tem ação prolongada. As duas primeiras doses são aplicadas por via intramuscular com quatro semanas de intervalo, seguidas de uma injeção a cada oito semanas.
 
Assim como ocorre com os medicamentos orais já disponíveis, a versão injetável da PrEP tem como objetivo reduzir os riscos de infecção no caso de exposição ao vírus.
 
O cabotegravir é seguro e muito eficaz para a prevenção do HIV, e tem potencial para ser muito bem aceito por pessoas com dificuldade de tomar comprimidos diariamente. 
 
Apesar da medicação já ter sido aprovada pela Anvisa, ainda não sabemos quando estará disponível no país. A PrEP oral, entretanto, está disponível e é uma ótima aliada na prevenção do HIV. 
 
Quer se aprofundar no tema de prevenção do HIV? Clique aqui e assista a um vídeo que gravei sobre o assunto!

Entre em Contato