Toda cultura de urina com crescimento de bactérias exige tratamento?

Será que toda cultura de urina com crescimento de bactérias é sinônimo de infecção urinária? Será que sempre que há bactérias na urina há necessidade de tratamento?

A resposta para essas perguntas é não!

Tudo depende do quadro clínico do paciente: quando há sintomas de infecção urinária associados a uma cultura de urina positiva, há infecção e consequente necessidade de tratamento. Os sintomas mais comuns são ardência pra urinar, urinar de pouquinho em pouquinho e dor na parte baixa da barriga. Alguns pacientes podem apresentar febre, e isso indica maior gravidade da infecção.

Caso não haja sintomas, a presença de uma bactéria na urina se trata de algo chamado “bacteriúria assintomática”. A bacteriúria assintomática só deve ser tratada em algumas situações específicas: na gestação ou antes de alguns tipos de procedimentos urológicos.

Nos outros casos em que há bactérias na urina sem sintomas urinários, além de não ser necessário, o tratamento traz mais malefícios que benefícios: o desenvolvimento de bactérias resistentes aos antibióticos e a possibilidade de efeitos colaterais à medicação.

Entre em Contato